Fone: (73) 3613-1892

CONSEMDAMI é reativado em Itabuna

CONSEMDAMI é reativado em Itabuna

Nélia Ferreira

A Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Itabuna conseguiu, junto com outras entidades da sociedade civil organizada, reativar o Conselho

 Municipal dos Direitos da Mulher de Itabuna (CONSEMDAMI), que estava inativo há três anos. A posse das novas conselheiras aconteceu ontem, no gabinete do prefeito de Itabuna, Claudevane Leite e contou com a presença da diretoria da OAB-Itabuna.

A presidência do CONSEMDAMI está a cargo da representante da API/APLB (Sindicato dos Professores de Itabuna), Professora Sueli Maria. A advogada Dr.ª Nélia Ferreira (representante da OAB no conselho) ficou como assessora jurídica. De acordo com Dr.ª Nélia, "a reativação deste Conselho é uma grande conquista para as mulheres itabunenses e foi uma vitória conquistada graças à união da sociedade em torno deste propósito".

Foto de AndirleiEm seu discurso o presidente da OAB-Itabuna, Dr. Andirlei Nascimento, disse que "este acontecimento é um fato relevante para a historia contemporânea da nossa cidade, pois as mulheres passam a ter representatividade no governo municipal, após três anos abandonadas". "Com a reativação do CONSEMDAMI as mulheres itabunenses terão um amparo ainda maior na luta contra as violências físicas e psicológicas que sofrem no dia a dia. Manter um conselho como este desativado por tanto tempo é algo inadmissível, por isso que a OAB, logo que foi informada pelo movimento de mulheres de que ele (o conselho) não mais existia, tomou a frente na luta por sua reativação", contou Dr. Andirlei.

O que é o CONSEMDAMI?

O CONSEMDAMI é um órgão articulador, consultivo, deliberativo e de assessoramento, vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social, que busca promover, em âmbito municipal, políticas públicas que visem eliminar a discriminação da mulher, dando-lhe liberdade e igualdade de direitos, garantindo sua participação nas atividades políticas, econômica e cultural do município. A sua inexistência fazia com que algumas verbas federais destinadas a implantação de políticas públicas para as mulheres retornassem aos ministérios de origem, prejudicando assim, o avanço em diversas áreas.

Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Bahia - Subseção Itabuna

© Copyright 2017 OAB/BA Itabuna   |   Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por